skip to Main Content

RNP abre espaço para novos fornecedores de TICs

A Rede Nacional de Ensino e Pesquisa, RNP, abriu uma chamada pública para ampliar o banco de fornecedores qualificados em tecnologia. O foco são as startups especializadas, ou seja, organizações relativamente jovens, com grande potencial de inovação e não necessariamente com um modelo de negócios completamente estabelecido.

Segundo a RNP, a chamada pública tem o objetivo de “qualificar, visando futura contratac?a?o, startups e empresas de pequeno, me?dio e grande porte, para fins de prestac?a?o de servic?os especializados, com foco em tecnologias, processos ou me?todos inovadores”.

Como “fornecedores qualificados” sa?o empresas previamente selecionadas para prestac?a?o dos servic?os objeto da qualificac?a?o, que ja? possuem contratos celebrados com a RNP”, a expectativa é que com esse cadastro haverá “maior rapidez nos ritos administrativos relacionados a contratac?a?o, viabilizando o ini?cio do atendimento praticamente de forma imediata”.

Cada proponente devera? apontar para quais a?reas tema?ticas possui expertises necessa?rias para prestac?a?o de servic?os, dentre a seguinte relação expressa no Termo de Referência publicado pela RNP: interoperabilidade, arquitetura de software, DevSecOps, computação em nuvem, blockchain, ciência de dados, business intelligence e data warehouse, engenharia de dados, bancos de dados, internet das coisas, segurança da informação para aplicações web, qualidade de software, desenvolvimento de software (cloud native), desenvolvimento de software (tradicional), mobile, automação de processos, experiência do usuário, metodologias e abordagens, agilidade, ferramentas, computação de alto desempenho.

Não apenas startups estão contempladas na chamada para o processo de qualificação. A organização dividiu o documento em dois grupos: um de startups e pequenas empresas; outro de médias e grandes empresas. Cada um dos blocos atenderá solicitações diferentes.

Uma vez aprovadas no processo de qualificação, elas passarão a fazer parte de um cadastro e poderão desenvolver diversas soluções em TIC em conjunto com a RNP.  “Dentre as inúmeras intenções, estamos buscando nos aproximar e aquecer o ecossistema de startups, visando cocriar soluções inovadoras e de altíssima qualidade, focadas na entrega de valor aos clientes da RNP. Acreditamos que esta jornada poderá se tornar um grande celeiro de oportunidades para ambas as partes”, ressalta Marcello de Jesus, diretor-adjunto da Unidade de Serviços Digitais Especializados da RNP.

Fonte: Convergência Digital 

Veja também:

NOTA INFORMATIVA Nº 186/2022

Boletim Político, Notas Informativas
Confira a Nota Informativa Nº 186/2022
Continue lendo
Back To Top