skip to Main Content

Estado publica edital para empresas interessadas no programa Talento Tech

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Planejamento, publicou nesta semana o edital de chamamento público de empresas que desejem participar do Talento Tech-PR. Esse é um projeto educacional que vai promover um curso de formação em conteúdos de Tecnologia da Informação e Comunicação, voltada para alunos do Ensino Médio e Ensino Superior, dos 50 municípios com menores IPDM, que é o índice do Ipardes de Desenvolvimento Municipal.

Além de capacitar os alunos, o projeto visa ampliar a empregabilidade desse grupo, por meio de parcerias com empresas selecionadas e, também, incentivar o empreendedorismo, o que deve repercutir em aspectos sociais e econômicos de médio e longo prazo, impactando a economia local e contribuindo para o desenvolvimento regional endógeno sustentável.

Pelas empresas, os objetivos são empregar todos os esforços necessários para a contratação dos estudantes capacitados, colaborando com os partícipes do projeto para buscar a melhor alocação dos estudantes; e indicar as necessidades de contratação da empresa e contribuir na seleção dos estudantes capacitados, cumprindo os procedimentos para a contratação. Deverá ser prestigiada a compatibilização do trabalho com o local de estudo e residência dos estudantes, por meio de mecanismos legalmente previstos, a exemplo do teletrabalho ou trabalho remoto.

PROGRAMA – O projeto é coordenado em conjunto pelas secretarias da Inovação, Modernização e Transformação Digital, do Planejamento, da Educação, de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Fundação Araucária e Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG).

Esta iniciativa de qualificação profissional voltada ao setor de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) tem investimento de R$ 62 milhões e vai qualificar 3.000 alunos com cursos gratuitos e bolsas remuneradas em TIC.

No total, serão 1.500 bolsas para alunos e egressos do Ensino Médio e outras 1.500 bolsas para alunos do Ensino Superior que estudam nas universidades estaduais do Paraná. A ideia é formar 1.000 alunos por ano, sendo 500 de cada categoria, totalizando as 3.000 qualificações.

O critério para escolha dos 50 municípios participantes levou em consideração o IPDM de 2021. Ele mede o desempenho dos 399 municípios do Estado considerando três dimensões: renda, emprego e produção agropecuária; saúde; e educação.

Serão formados 60 alunos por município ao final dos três anos do projeto. O objetivo é que os futuros profissionais atuem em suas cidades após a conclusão do projeto, contribuindo para o desenvolvimento econômico e a geração de valor na estrutura produtiva local.

METODOLOGIA – Os cursos terão duração de 10 meses, período em que os alunos terão direito a uma bolsa remunerada para dedicação à formação na área. Elas terão valor R$ 1.350 para alunos e egressos do Ensino Médio e R$ 1.500 para alunos que estejam cursando o Ensino Superior na rede pública de ensino. Além disso, cada aluno receberá um notebook para utilizar durante o curso, como auxílio ao aprendizado.

As aulas serão híbridas, com parte do curso em EAD e aulas presenciais quinzenais. Cada curso terá a duração de 800 horas, divididas em três módulos, sendo dois iniciais de 360 horas e um final de 80 horas, dedicado para o projeto integrador com empresas parceiras.

O Talento Tech-PR tem o objetivo de explorar as habilidades de formação em TIC, além de conteúdos de soft skills, fundamentos da computação, inglês técnico, engenharia de software e o desenvolvimento de uma aplicação prática ao final dos cursos.

Fonte: Secretaria de Estado do Planejamento

Veja também:

Agenda Legislativa de 8 a 12 de julho de 2024

Agenda Legislativa, Boletim Político
Confira a Agenda Legislativa de 8 a 12 de julho de 2024.
Continue lendo
Back To Top