skip to Main Content

Escassez de talentos qualificados deixa vagas em aberto no setor de tecnologia no Brasil

O déficit no setor de TI deverá superar 530 mil postos de trabalho nos próximos cinco anos apontam alguns levantamentos.

Em um país com a dimensão continental do Brasil, é vital a promoção de ações coordenadas, com todos os esforços concentrados para a qualificação de tantos profissionais.

E cada contribuição é crucial para que esse objetivo seja alcançado. Esse é um desafio gigantesco que exige a participação de todos para ser vencido. Governo, iniciativa privada e academia precisam atuar com total sinergia para superar no menor prazo de tempo possível essa carência que compromete o desenvolvimento da TI brasileira e, por consequência, da própria economia do país.

Nesse sentido, vale conhecer algumas iniciativas do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) sob a execução Softex para preparar novos talentos para este setor estratégico:

  • CI Inovador – está capacitando 250 estudantes para atuarem na próspera área de microeletrônica e semicondutores
  • Hackers do Bem – qualificará mais de 30 mil profissionais nas áreas de segurança da informação e privacidade
  • MCTI Futuro – está preparando mais de 40 mil programadores com experiência prática em todo o Brasil em áreas como cloud computing, big data & analytics, mobility/social media, cybersecurity, Internet of Things (IoT), blockchain e robótica, inteligência artificial e machine learning, tratamento de dados, testes de software, entre outros

Fonte: Softex

Veja também:

Newsletter Foco no Planalto – Edição 24/2024

Boletim Político, Foco no Planalto
Confira a newsletter exclusiva “Foco no Planalto”, relativa a semana de 10 a 14 de junho.
Continue lendo
Back To Top