skip to Main Content

Consulta Pública | MF – Plano de Ação para Taxonomia Sustentável

O Ministério da Fazenda iniciou os debates acerca do Plano de Ação para uma Taxonomia Sustentável Brasileira com os setores da economia que serão alcançados pela proposta, destaca-se, ainda, que o plano está com consulta pública em aberto ­- até o dia 20 de outubro.

O ciclo de audiências do Ministério tem como objetivo discutir: i) as perspectivas dos setores para o potencial de integração dos aspectos da sustentabilidade – econômico, ambiental/climático; e ii) avaliação aos objetivos estratégicos, climáticos/ ambientais e sociais propostos no Plano de Ação da Taxonomia. Para tanto, o calendário de audiências está disposto da seguinte forma:

Data Setor Link YouTube
 

11 de Outubro

09h30

 

 

Eletricidade e gás

 

Participantes: Matias Rebello (MF), Daniela Baccas (MF), Hermani de Moraes (EPE), Glauce Maria (EPE), Fernada (Giz BR), Fabiano Lemos (BNDES), Murilo de Almeida (ASD), Francisco de Mattos (ASD)

 

https://foco.page.link/bd1q
 

11 de Outubro

14h30

 

 

Água, Esgoto, Atividades de gestão de resíduos e Descontaminação

 

Participantes: Matias Rebello (MF), Adalberto Felício (MME), Marçal Cavalcante (ANAMMA), Anderson Nassif (ANCAT), Wanderley Coelho (CNI), Priscila Maria (CNI), Luísa Santiago (Ellen McArthur), Carlos Rossin (ABREMA)

 

https://foco.page.link/qBp3
 

16 de Outubro

10h

 

 

 

Construção

(a definir)

 

https://foco.page.link/QwE7
 

17 de Outubro

10h

 

 

Indústrias extrativas

(a definir)

https://foco.page.link/VW4z
 

18 de Outubro

14h

 

 

Serviços sociais para a qualidade de vida e seu planejamento

(a definir)

https://foco.page.link/sFuw
 

19 de Outubro

09h30

 

 

Agricultura, Pecuária, Produção florestal, Pesca e Aquicultura

(a definir)

 

https://foco.page.link/RbxQ

O PLANO DE AÇÃO PARA UMA TAXONOMIA SUSTENTÁVEL

taxonomia sustentável consiste em um sistema de classificação que define, atividades, ativos e categorias de projetos que contribuem para objetivos climáticos, ambientais e/ou sociais, por meio de critérios e indicadores específicos que permitem avaliar se uma atividade contribui para a sustentabilidade e para a transição para uma economia sustentável. Desse modo, a ação visa coordenar decisões de investimento e finanças verdes, assim como a criação de políticas públicas

De acordo com o documento, em consulta, são 3 os objetivos do governo com a iniciativa:

  1. mobilizar e reorientar o financiamento e os investimentos públicos e privados para atividades econômicas com impactos ambientais, climáticos e sociais positivos, visando ao desenvolvimento sustentável, inclusivo e regenerativo;
  2. promover o adensamento tecnológico voltado à sustentabilidade ambiental, climática, social e econômica, com elevação de produtividade e competitividade da economia brasileira em bases sustentáveis; e
  3. criar as bases para produção de informações confiáveis dos fluxos das finanças sustentáveis ao estimular a transparência, a integridade e visão de longo prazo para a atividade econômica e financeira.

PRAZO E PARTICIPAÇÃO

As contribuições poderão ser feitas até o dia 20 de outubro, por meio dos links interativos disponíveis na consulta. Demais dúvidas e informações poderão ser encaminhadas para o e-mail spe.sdes@economia.gov.br

Atenciosamente


Christian Tadeu – Presidente da Federação Assespro

Josefina Gonzalez – Presidente da Assespro-PR

Veja também:

Consulta Pública | ANATEL – Atualização das atribuições e destinações de Frequências do Brasil (2023-2024) – Prorrogado

Comunicados do Presidente e Diretorias, Serviços
Destacamos a publicação da Resolução nº 846/2024 que aprova o Plano Anual de Investimentos dos Recursos Reembolsáveis do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.
Continue lendo

Agenda Legislativa de 15 a 19 de abril de 2024

Agenda Legislativa, Boletim Político
Confira a Agenda Legislativa de 15 a 19 de abril de 2024.
Continue lendo
Back To Top