skip to Main Content

Cidades do Paraná aparecem novamente em ranking global de comunidades inteligentes

Três cidades paranaenses estão novamente na lista da Smart21 Communities, que seleciona anualmente as 21 comunidades mais inteligentes do mundo. Curitiba, Ponta Grossa (Campos Gerais) e Assaí (Norte) são as únicas cidades da América do Sul presentes no ranking, assim como em 2023. As outras ficam nos Estados Unidos, Canadá, Austrália, Espanha, Turquia e Taiwan. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (20) na conclusão da conferência Cidades Inteligentes e Comunidades Inteligentes, em Taipei (Taiwan).

A Smart21 seleciona as cidades com base em dados quantitativos e qualitativos relacionados com seis fatores. Uma dessas 21 cidades selecionadas hoje sucederá Binh Duong, no Vietnã, que foi eleita a Comunidade Inteligente de 2023. O anúncio será feito em novembro.

De acordo com o ICF, as cidades selecionadas aplicaram os princípios exigidos pelo fórum, com programas de governança voltados para a construção da prosperidade econômica inclusiva, saúde social e riqueza cultural, o que tornam uma comunidade forte e resiliente. “A lista deste ano está entre as mais diversificadas geograficamente em anos, incluindo a primeira comunidade da Turquia. Vimos também um aumento na participação dos EUA, bem como um regresso das comunidades de Taiwan”, disse o cofundador da ICF, Louis Zacharilla.

O secretário de Inovação, Modernização e Transformação Digital, Marcelo Rangel, destacou que o anúncio ocorre em paralelo à abertura do Smart City Expo Curitiba e no dia do lançamento da Fábrica de Ideias, que será um dos maiores hubs de inovação da América Latina. “O Paraná novamente tem três cidades selecionadas em um importante ranking global. O Estado tem uma série de iniciativas para induzir esse movimento, com apoio a startups, universidades e desenvolvimento urbano. Colheremos novos frutos disso no futuro”, afirmou.

Ele destacou que Ponta Grossa, por exemplo, está dentro da programação de investimentos da pasta para a nova rede de Agências Regionais de Inovação. O Estado vai investir R$ 15 milhões para estruturar esses coworkings públicos em Maringá, Cascavel, Guarapuava, Umuarama, Ponta Grossa, Pato Branco, Foz do Iguaçu, Jacarezinho, Londrina e Paranaguá.

Curitiba já conta com o Vale do Pinhão e o município de Assaí, na região Norte, inaugurou no ano passado a Agência de Inovação do Vale do Sol, com apoio do Governo do Estado. O espaço está entre os 188 ambientes promotores de inovação credenciados pelo Sistema Estadual de Parques Tecnológicos do Paraná (Separtec). Ela fica dentro do Colégio Estadual de Ensino Profissionalizante (CEEP), unidade que coleciona prêmios na área de inovação.

Fonte: Secretaria da Inovação, Modernização e Transformação Digital

Veja também:

Newsletter Foco no Planalto – Edição 15/2024

Boletim Político, Foco no Planalto
Confira a newsletter exclusiva “Foco no Planalto”, relativa a semana de 8 a 12 de abril.
Continue lendo
Back To Top