skip to Main Content

CCT | Audiência Pública sobre a Escassez de Profissionais de TI

Nesta quarta-feira (3), a Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação e Informática (CCT) do Senado Federal realizou uma audiência pública sobre a escassez de profissionais de Tecnologia da Informação (TI) no Brasil. O evento contou com participação dos senadores Fernando Dueire (MDB-PE), Astronauta Marcos Pontes (PL-SP) e Izalci (PL-DF) reuniu representantes do IBGEABESBrasscomABStartupsFederação AssesproSoftex Pernambuco Google.

Durante a sessão, destacou-se a preocupação unânime com a disparidade entre a crescente demanda por profissionais de TI e a capacidade limitada das instituições de ensino em formar novos talentos. Com um déficit projetado de mais de meio milhão de profissionais até 2025, conforme alertado pela ABES, torna-se evidente a necessidade de políticas públicas robustas para fomentar a educação técnica e a requalificação contínua.

Na ocasião, foram apresentados dados por Flávio José Marques do IBGE sobre o papel crucial da TI na inovação empresarial brasileira, além das iniciativas da ABES e da Brasscom para enfrentar os desafios atuais. Destaca-se também a importância enfatizada por André Barrence, da Google for Startups para a América Latina, sobre a necessidade de promover uma cultura empreendedora desde a base escolar, a fim de mitigar a fuga de talentos para o exterior.

A audiência também abordou a inclusão de minorias no setor de tecnologia, conforme ressaltado por Ingrid Guimarães Barth da ABStartups, e iniciativas regionais como as apresentadas por Yves Nogueira da Softex Pernambuco, demonstrando que parcerias entre setor público e privado são cruciais para suprir as lacunas do mercado.

 Christian Tadeu, da Federação Assespro, destacou que a demanda por profissionais de tecnologia cresce a uma taxa impressionante de 7% ao ano, enquanto as instituições de ensino formam novos profissionais a uma taxa de apenas 4,5%. Essa disparidade está criando um cenário de escassez que pode comprometer o crescimento das empresas e a competitividade do Brasil globalmente. No entanto, ele destacou que essa situação pode ser revertida com políticas públicas eficazes e investimentos estratégicos, incluindo a promoção de educação técnica em parceria com universidades.

Clique aqui e acesse o relatório da audiência e, abaixo, os links para as apresentações disponibilizadas pelos participantes.

Atenciosamente


Christian Tadeu – Presidente da Federação Assespro

Josefina Gonzalez – Presidente da Assespro-PR

Veja também:

Agenda Legislativa de 8 a 12 de julho de 2024

Agenda Legislativa, Boletim Político
Confira a Agenda Legislativa de 8 a 12 de julho de 2024.
Continue lendo
Back To Top