skip to Main Content

Média salarial para trabalhadores de TI é 30% acima da nacional, aponta pesquisa

Muito se fala hoje em dia sobre como o ramo de Tecnologia da Informação (TI) é uma das áreas com salário médio mais competitivo no mercado de trabalho e com bastante aquecimento de vagas. Mas será que em comparação com as outras áreas essa afirmação é real?

Segundo o Insight Report divulgado pela Assespro-PR no mês de fevereiro, o ramo de serviços em TI apresentou, em geral, uma evolução positiva nos salários médios no período de 2011 a 2021, tanto no Brasil quanto no Paraná. Entre 2011-21, o salário médio, de todo o pessoal ocupado no ramo, teve um aumento de 6%, indo de R$ 4,8 mil para R$ 5,1 mil.

Porém, o salário do pessoal diretamente ocupado nas atividades de TI (Core TI), teve uma redução de 5% na média salarial entre 2011-21, indo de R$ 6,2 mil para R$ 5,9 mil. Foi observado, pelo levantamento, que houve uma queda contínua do salário real a partir de 2018, acompanhando o desempenho recessivo da economia.

Mesmo assim vale ressaltar que, nesse período, o salário do pessoal Core TI foi em média duas vezes superior aos salários do total da economia e 30% superior aos salários de outros profissionais que atuam no ramo de serviços em TI.

Para se ter uma ideia, em 2021, o salário médio de um diretor de TI ficou na média de 23,2 mil reais, engenheiros de computação, 11,9 mil, e gerentes, 11,3 mil reais

No Paraná, o salário médio no ramo de serviços em TI apresentou um incremento de 17%, de R$ 3,5 mil para R$ 4,1 mil.

Dentre os oito segmentos que compõem o ramo de serviços em TI, apenas um dentre apresentou, em âmbito nacional, aumento no valor do salário médio (0,3%), no período 2020-21: Desenvolvimento e licenciamento de programas de computador não customizáveis. Já o segmento de Web design apresentou a maior contração salarial no período (-10%).

No Paraná, cinco entre oito segmentos do ramo de serviços em TI tiveram aumento real no salário médio, com um ótimo destaque para Portais, provedores de conteúdo e outros serviços de informação na internet, com um aumento de 14%; e Web design também apresentou uma redução de -5%.

Todos esses números permitem traçar um cenário da geração de renda na prestação de serviços em TI. Por ser uma área na qual há uma demanda crescente de profissionais, os profissionais tendem a ser cada vez mais valorizados vis-à-vis a sua qualificação e experiência profissional.

Por isso, é importante lembrar que ainda existem desafios a serem superados, no que tange à um maior alinhamento entre o perfil de formação dos recursos humanos e a demanda de profissionais capacitados por parte do setor produtivo.

Fonte: Revista Ponto Jovem

Veja também:

Agenda Legislativa de 20 a 24 de maio de 2024

Agenda Legislativa, Boletim Político
Confira a Agenda Legislativa de 20 a 24 de maio de 2024.
Continue lendo

Newsletter Foco no Planalto – Edição 21/2024

Boletim Político, Foco no Planalto
Confira a newsletter exclusiva “Foco no Planalto”, relativa a semana de 20 a 24 de maio.
Continue lendo
Back To Top