skip to Main Content

Grupo de mulheres no Paraná cria projeto de mentoria e capacitação para negócios em tecnologia

Ideia nasceu durante as edições do Coffee TIme, evento organizado pela Assespro-PR/parceria ACATE, e realizado ao longo do ano

Elas são maioria no Brasil: as mulheres representam 51,1% da população. No entanto, a participação feminina em funções e cargos de tecnologia ainda é pequena. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), elas representam apenas 20% dos profissionais de tecnologia do país, e as projeções indicam que até 2025 a representatividade feminina nesse mercado seja de 23%.

Nos últimos cinco anos, a participação de mulheres na área de TI cresceu 60% – passando de 27,9 mil mulheres para 44,5 mil em 2019, também segundo dados do CAGED. Se as mudanças continuarem nesse ritmo, o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) acredita que, em 10 anos, a participação das mulheres no mercado de trabalho brasileiro deve crescer mais do que a masculina em muitos segmentos – e a ciência e tecnologia são alguns deles.

Antecipando esse cenário, e em busca de propósitos comuns, como o fortalecimento de seus negócios, ampliação de networking e posicionamento feminino no mercado tech, um grupo de mulheres no Paraná apresenta um projeto de mentoria e de capacitação para negócios do setor.

“Chegamos na quarta edição do Coffee TIme, em 2023, e avançamos no Programa de Mentorias e Capacitação para Mulheres na Tecnologia, agora com a facilitação de Jéssica Rauen, trazendo a metodologia ágil SCRUM, que ensina como utilizar o método e auxiliar na gestão e no desenvolvimento de projetos que tenham um prazo curto de entrega”, conta Raquel Uchôa Moreira, CEO da ox.digit e diretora de Mulheres na TI da Assespro-PR/parceria ACATE.

Durante o Coffee TIme, organizado pela Assespro-PR/parceria ACATE, que segue sendo realizado paralelamente ao programa de curadoria da entidade, o grupo de 80 mulheres na TI se reúne periodicamente. Nele, cada uma delas contribui com seu conhecimento específico, produzindo ideias e criando ações em prol do setor com o propósito de gerar negócios recorrentes e relevantes.

“O projeto passa a ser um MVP [em tradução livre, Produto Mínimo Viável] em fase de desenvolvimento e será acompanhado pelo SCRUM de forma organizada. Ficam agora nove especialistas por área e seus times específicos na construção do programa até sua implementação, testes e validação”, explica.


Grupo já conta com a participação de 80 mulheres

Essa nova fase é sólida e conta com duas entidades bastante representativas como apoiadoras. “Contamos mais uma vez com o apoio do Sebrae/PR, Mindhub e Xperts Community neste encontro que fortalece, a cada dia, o setor de TI do Paraná”, destaca Raquel.

Para a presidente da Assespro-PR/parceria ACATE, Josefina Gonzalez, o programa de mentoria é apenas o primeiro de outros produtos que o Coffee TIme tem competência para nutrir.

“O encontro entre mulheres do setor é bastante significativo e enriquecedor. Em pouco tempo, já se tem a primeira grande ideia caminhando sozinha. Esse modelo de cocriação é bastante importante, concreto, e juntas, as mulheres terão ainda grandes conexões. A Assespro valida e seguirá junto dessa jornada”, destaca.

SERVIÇO

Até o final de 2023, serão realizadas outras três edições do Coffee TIme. O próximo encontro acontece ainda em outubro, em Curitiba, com data a ser definida.

Para saber mais sobre o Coffee TIme e outros detalhes da programação, basta acessar https://www.instagram.com/coffeetime_pr

Sobre a Assespro-PR/parceria ACATE:  https://assespropr.org.br/

Veja também:

Back To Top