skip to Main Content

Empresas do Vale do Pinhão se unem na campanha de Curitiba para ajudar o Rio Grande do Sul

A startup Adam Robô está organizando uma rede de apoio a empresas gaúchas do setor de Óticas, com arrecadação de armações de óculos novas e usadas, materiais de óticas para colaborar na retomada desses negócios.

A solidariedade à população do Rio Grande do Sul é a palavra de ordem em Curitiba. E o ecossistema de inovação da cidade, o Vale do Pinhão, se uniu à Prefeitura para auxiliar as famílias gaúchas que sofrem com as inundações.

Enquanto a Prefeitura gerencia uma grande rede para doações dos curitibanos e emprestou cinco caminhões-pipa para Porto Alegre (RS), empresas beneficiadas pelo Programa Tecnoparque e startups do Vale do Pinhão contribuem com arrecadações e serviços para as situações ainda críticas de suporte à reconstrução das cidades.

“É fundamental que auxiliemos empresas e empreendedores vítimas das cheias. Por enquanto, o pedido vindo do Sul é que a ajuda seja centrada em questões mais urgentes e humanitárias, de resgate e bem-estar. Toda solidariedade é bem-vinda e apoiamos a Prefeitura de Curitiba em suas ações”, diz o presidente da Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação, Dario Paixão.

Paixão informa que está em contato com o secretário de Inovação de Porto Alegre, Luis Carlos Pinto, para que, em um segundo momento, o Vale do Pinhão colabore com iniciativas que auxiliem na retomada do ecossistema de inovação porto-alegrense.

Ajuda aérea e energia

Entre as empresas do Vale do Pinhão que já estão em ação pró Rio Grande do Sul, a Digersul está comprando geradores elétricos para auxiliar os locais onde a rede de energia segue desativada.

Aerosat, especializada em aerolevantamentos e execução de serviços de Topografia e Cartografia, enviou uma de suas aeronaves, um bimotor, para levar mantimentos, remédios e produtos de higiene ao Rio Grande do Sul e também levar um bombeiro de São Paulo que desembarcou na cidade de Canela (RS) para auxiliar nos resgates.

“Também deslocamos nosso helicóptero para Santa Maria, para auxiliar no levantamento de informações topográficas das estradas de acesso, para facilitar resgates e entregas de alimentos. O momento é de ajudar com o que for possível e, para nós, disponibilizar nossos recursos de trabalho é o mínimo que podemos fazer”, disse o CEO da empresa, Peterson Martinski.

Reconstrução

As empresas startups Doctoralia, Fluency Academy, Olist, Logcomex e Rentcars se uniram na Campanha Reconstruindo Lares e estão arrecadando recursos financeiros e doações de produtos visando auxiliar a reconstruir e restaurar as moradias das famílias impactadas.

Já a Amcham Brasil está organizando uma rede de contatos solidários entre as empresas para que forneçam seus produtos e entre parceiros logísticos para viabilizar a entrega no Sul do país.

Teleconsultas

A healthtech Doctoralia está unindo forças com profissionais da saúde de todo o país para oferecer teleconsultas gratuitas, ajudando a desafogar a demanda no serviço público onde a internet segue disponível. Já aderiram médicos de diversas especialidades, psicólogos e nutricionistas. A consultas podem ser agendadas pelo link pro.doctoralia.com.br/ajudariograndedosul.

Apoio às empresas

A startup Adam Robô está organizando uma rede de apoio a empresas gaúchas do setor de Óticas, com arrecadação de armações de óculos novas e usadas e outros materiais de óticas para colaborar na retomada desses negócios.

Arrecadação de doações

Veja abaixo as empresas do Vale do Pinhão que estão arrecadando materiais essenciais para as vítimas das enchentes e, com isso, estão ampliando os locais em que a população pode deixar sua contribuição.

  • Impact Hub Curitiba – arrecadação de absorvente íntimo, papel higiênico; produtos de higiene infantil (fraldas, lenços umedecidos, pomada, talco); água sanitária, detergente, desinfetante e outros produtos de limpeza.
    Ponto de coleta: Fernando Amaro, 60 (Alto da XV);
  • SPRO IT Solutions – arrecadação de doações de alimentos não perecíveis, itens de limpeza e água potável. As doações seguem, diariamente, em um caminhão da empresa, para o Aeroporto de Bacacheri, onde a empresa Helisul faz o transporte aéreo para o estado vizinho.
    Ponto de coleta: Av. Iguaçu, 100 (Rebouças);
  • Seccional: arrecadação de roupas, água e produtos não perecíveis.
    Pontos de coleta: Av. Juscelino Kubitschek, 4.225 ou Av. Juscelino Kubitschek, 915 (CIC);
  • IBMP – Arrecadação de água, alimentos de fácil consumo, produtos de higiene, agasalhos, meias e cobertores.
    Ponto de Coleta: Secretaria do IBMP, R. Professor Algacyr Munhoz Mader, 3775 (CIC), até 17/5.

Fonte: Prefeitura Municipal de Curitiba

Veja também:

Agenda Legislativa de 13 a 17 de maio de 2024

Agenda Legislativa, Boletim Político
Confira a Agenda Legislativa de 13 a 17 de maio de 2024.
Continue lendo

Newsletter Foco no Planalto – Edição 20/2024

Boletim Político, Foco no Planalto
Confira a newsletter exclusiva “Foco no Planalto”, relativa a semana de 13 a 17 de maio.
Continue lendo
Back To Top