skip to Main Content

Antiga fábrica de Curitiba vai abrigar um dos maiores hubs de inovação da América Latina

A nove dias do aniversário de 331 anos da Capital, o governador Carlos Massa Ratinho Junior apresentou nesta quarta-feira (20) o projeto da Fábrica de Ideias, um hub de tecnologia e inovação que vai reunir empresas, startups e espaços de cultura e lazer, além de revitalizar o terreno histórico que fica no antigo polo industrial da cidade.

A antiga fábrica da Ambev, no bairro Rebouças, em Curitiba, vai se transformar em um centro voltado para a inovação, tecnologia e economia criativa. A nove dias do aniversário de 331 anos da Capital, o governador Carlos Massa Ratinho Junior apresentou nesta quarta-feira (20) o projeto da Fábrica de Ideias, um hub de tecnologia que vai reunir empresas, startups e espaços de cultura e lazer, além de revitalizar o terreno histórico que fica no antigo polo industrial da cidade.

O terreno de mais de 50 mil metros quadrados será todo remodelado para abrigar o espaço, que vai receber R$ 200 milhões em investimentos, com apoio da Audi do Brasil, e terá 34 mil metros quadrados de área construída. A gestão da Fábrica de Ideias deve ser realizada pela iniciativa privada, com governança colaborativa entre as lideranças do ecossistema de inovação da Capital.

“É um presente do nosso governo à cidade de Curitiba e à população da Capital. O Paraná já é considerado o estado mais inovador do Brasil, várias cidades estão se transformando em polos tecnológicos, e esse projeto torna tudo isso tangível, para fazer da tecnologia e da inovação impulsoras da economia e da geração de empregos”, afirmou o governador.

O imóvel, que ocupa a superquadra entre as avenidas Getúlio Vargas e Iguaçu, será totalmente revitalizado com conceito autossustentável e ecológico. “Estamos fazendo algo maior, com a reurbanização dessa região, dando mais vida ao Rebouças com uma pitada de cultura e reconhecimento histórico a quem ajudou o Paraná a se tornar o que somos”, salientou Ratinho Junior. “Tudo isso para que os nossos jovens possam trabalhar aqui, aprender sobre inovação, mas também aprender sobre cultura, história e comunicação”.

Para o prefeito de Curitiba, Rafael Greca, o projeto mostra uma tendência que acontece em várias metrópoles do globo, com a revitalização de espaços históricos para se tornarem centros de convivência e inovação. “Estamos celebrando esse projeto que está fazendo um redesenho urbano em uma área muito importante da nossa Capital, com outros projetos semelhantes no entorno, como o Vale do Pinhão, que ocupa a antiga fábrica da Fontana”, disse.

“É o que Washington está fazendo na beira do rio Potomac, o que Denver fez em frente às montanhas do Colorado, o que fez Nova York na beira do rio Hudson e o que faz Tóquio no bairro à beira do rio Asakusa”, destacou Greca.

PROJETO – O projeto arquitetônico do centro está em desenvolvimento, em uma ação coordenada em conjunto pelas secretarias estaduais da Inovação, Modernização e Transformação Digital; Planejamento; Cidades; Ciência, Tecnologia e Ensino Superior; Cultura; e Administração e Previdência, além da Invest Paraná.

O secretário estadual da Inovação, Modernização e Transformação Digital, Marcelo Rangel, ressaltou que a ideia é reunir desde big techs como Google e Amazon, empresas unicórnio paranaenses, que são aquelas que já atingiram valor de mercado superior a US$ 1 bilhão, até pequenas startups.

“Vamos ter uma interatividade entre inovação, tecnologia e cultura, um projeto do governo com participação da iniciativa privada e a sinergia entre grandes empresas, academia e pequenas startups. Será um projeto para todos os paranaenses, valorizando a nossa Capital”, afirmou.

Uma parte essencial do projeto é o Retrofit, que vai renovar e reutilizar as estruturas existentes para abrigar um Hub de Tecnologia e Inovação para empresas de diversos setores. A ideia é preservar a herança industrial da região, ao mesmo tempo em que cria um ambiente para o desenvolvimento tecnológico, industrial e empreendedor.

O espaço será voltado para aceleração de empresas e startups, incubadora de negócios, economia criativa, qualificação profissional, desenvolvimento de pesquisas tecnológicas e de projetos de instituições de ensino, laboratórios, gamificação, espaço coworking, além de um novo centro cultural e gastronômico.

Ao lado das instalações de Retrofit, será construído um edifício corporativo de oito pavimentos, com uma área de 11.200 metros quadrados. O local deve abrigar empresas líderes em tecnologia, instituições de pesquisa e escritórios governamentais, criando um ambiente de colaboração de última geração. O design do complexo pretende incorporar tecnologias sustentáveis e soluções de energia limpa para reduzir o impacto ambiental e criar um ambiente de trabalho eficiente.

Além de ser um centro de inovação e tecnologia, o local também vai abrigar espaços de cultura e lazer, sediando mostras do Museu de Arte Contemporânea do Paraná (MAC) e do Museu da Imagem e do Som (MIS), além de um espaço cultural que deve unir arte, comunicação e inteligência artificial. Também deve contar com auditório e um centro de gastronomia, o Boulevard Alfred Agache, que homenageia o arquiteto francês responsável pelos projetos iniciais do Centro Cívico de Curitiba.

Os muros do local vão trazer imagens de figuras que marcaram a história do Paraná. Entre os homenageados estarão os irmãos André e Antônio Rebouças, que dão nome ao bairro e foram os engenheiros responsáveis pela construção da linha férrea ligando Curitiba ao Litoral, o físico e cientista curitibano César Lattes e o precursor da aviação Alberto Santos Dumont, que foi um dos responsáveis pela criação do Parque Nacional do Iguaçu.

LANÇ FÁBRICA DE IDEIAS
O terreno de mais de 50 mil metros quadrados será todo remodelado para abrigar o espaço, que vai receber R$ 200 milhões em investimentos. Foto: Reprodução

PRESENÇAS – Acompanharam a solenidade o vice-governador Darci Piana; a primeira-dama Luciana Saito Massa; os secretários estaduais do Planejamento, Guto Silva; das Cidades, Eduardo Pimentel; da Cultura, Luciana Casagrande; da Mulher, Igualdade Racial e Pessoa Idosa; Leandre Dal Ponte; da Fazenda, Renê Garcia; da Comunicação, Cleber Mata;  da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Aldo Bona; da Segurança Pública, Hudson Teixeira; e da Infraestrutura e Logística, Sandro Alex; o diretor de Relações Institucionais da Secretaria de Inovação, Diego Nogueira; os diretores-presidentes da Invest Paraná, Eduardo Bekin; do Tecpar, Celso Kloss; do Ipardes, Jorge Callado; do DER/PR, Fernando Furiatti; o diretor Financeiro do BRDE, Wilson Bley Lipski; a presidente da LIDE Paraná, Heloísa Garret; o diretor do iCities, Beto Marcelino; o diretor de Assuntos Institucionais, Governamentais e Sustentabilidade da Audi do Brasil, Antonio Calcagnotto; a diretora do MAC, Carolina Loch; e a deputada estadual Márcia Huçulak.

Fonte: Agência Estadual de Notícias

Veja também:

PL 2838/2022 – Taxonomia Ambiental e Social | CDE: Designado Relator

Comunicados do Presidente e Diretorias, Serviços
Destacamos que tramita na Comissão de Desenvolvimento Econômico o PL 2838/2022 sob a relatoria do deputado Alceu Moreira (MDB-RS).
Continue lendo
Back To Top