skip to Main Content

5G é agenda prioritária para novo ministro das Comunicações

Inclusão digital e 5G são prioridades no Ministério das Comunicações, pelo menos foram os temas destacados pelo novo ministro, Fábio Faria, na solenidade de posse, realizada nesta quarta-feira, 17/06, no Palácio do Planalto. Em um discurso – bem mais político do que setorial, Faria lembrou que a digitalização foi essencial para enfrentar a pandemia de Covid-19 e exemplificou com o avanço do comércio eletrônico.

Fábio Faria citou o 5G como infraestrutura fundamental para avançar com uma banda larga com qualidade e ressaltou que a tecnologia terá um impacto significativo na economia, mas evitou entrar no embate político sobre o tema- o presidente Bolsonaro diz que o 5G terá de levar em conta a política externa e o presidente da Câmara,Rodrigo Maia, pediu para não ‘politizar’ o 5G em prejuízo do avanço da tecnologia.

O novo ministro destacou ainda que as mudanças tecnológicas são imediatas e massivas na telefonia, TV e Internet exigem agilidade do ecossistema. Como promessa de posse, o novo ministro reforçou que tem a missão de democratizar o acesso as tecnologias para conectar todos os brasileiros à sociedade da informação. “Temos de enfrentar, com o apoio de todos, o avanço rápido da tecnologia para estarmos prontos”, disse.

Com uma solenidade concorrida, repleta de políticos, entre eles, o ex-ministro das Comunicações e presidente do PSD, Gilberto Kassab, Fábio Faria falou da inclusão digital. Segundo ele, é crucial que se leve Internet para quem ainda não tem e, aqui, podemos subentender que poderemos ter um novo papel da Telebras, gestora do satélite brasileiro, na iniciativa de avançar com o acesso à Internet por satélite nas regiões não atendidas pelas operadoras de telecomunicações. Ficou marcado ainda que há a intenção de uma aproximação com a radiodifusão, uma vez que todos os radiodifusores- com exceção da Globo- foram citados nominalmente pelo novo ministro.

Participaram ainda da posse de Fábio Faria, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, que se posicionou pelo não uso político do 5G anteriormente, o presidente do STF, Dias Toffoli e o vice-presidente da república, Hamilton Mourão. No tom político do discurso, Fabio Faria observou que o momento grave que o Brasil enfrenta, exige compreensão e abertura ao diálogo.

Fonte: Convergência Digital

Veja também:

NOTA INFORMATIVA Nº 013/2023

Boletim Político, Notas Informativas
Confira a Nota Informativa Nº 013/2023.
Continue lendo
Back To Top