skip to Main Content

36% das empresas de TI esperam contratar novos profissionais no 2° trimestre de 2024

A Pesquisa de Expectativa de Emprego – Q2 2024, estudo preditivo desenvolvido trimestralmente pelo ManpowerGroup, revela as intenções de contratação nos âmbitos nacional e global para o 2º trimestre de 2024.

O levantamento mostra que a expectativa líquida de emprego no Brasil – calculada subtraindo-se empregadores que planejam fazer reduções na equipe daqueles que planejam contratar – é de +18% para o período, uma queda de 13 pontos percentuais no comparativo com o trimestre anterior, que foi +31%. A porcentagem de empregadores que esperam reduzir os níveis de contratações subiu de 16% para 22%.

A porcentagem de empregadores que planejam contratar foi de 48% no trimestre anterior para 43% no segundo trimestre de 2024.

Entre os setores com maior expectativa de demanda de posições no país estão os de Tecnologia da Informação (36% das organizações no setor esperam contratar), Energia & Serviços de utilidade pública (34%), Saúde & Ciências da Vida (27%), Finanças & Imobiliário (20%) e Serviços de Comunicação (17%).

Já no cenário global, o setor de TI lidera o ranking de expectativa de contratações (34%), seguido pelo setor de Finanças & Imobiliário (29%), Saúde & Ciências da Vida (26%), Indústria & Materiais (21%), Bens de Consumo e Serviços e Energia & Serviços de utilidade pública (18%).

Crescimento nas grandes empresas

O estudo também analisou a intenção de contratação de acordo com o porte das empresas no Brasil. As grandes empresas têm a maior expectativa de contratações, com um percentual de 30% para as companhias com 1.000 a 4.999 colaboradores, seguido por organizações com mais de 5.000 colaboradores, com 24%, e empresas de 250 a 999 colaboradores, com 23%.

Paraná, Rio de Janeiro e Minas Gerais têm as maiores intenções de contratar
O levantamento traz, ainda, a intenção de contratação por estados do Brasil. O destaque positivo ficou para o estado do Paraná com o melhor índice (28%), à frente do Rio de Janeiro e Minas Gerais, ambos com 25%.

Brasil ocupa 18º posição no ranking global

Na análise global do estudo, os empregadores continuam prevendo a contratação de mais trabalhadores no segundo trimestre de 2024, relatando uma expectativa líquida de emprego ajustada sazonalmente em +22%.

Entre os países analisados, as intenções de contratação mais fortes estão na Índia (36%), seguida pelos Estados Unidos (34%) e China, Costa Rica e Países Baixos, com 32%. O Brasil está em décimo oitavo lugar com +18%. O cenário mais fraco é reportado na Romênia, com -2%.

Investimento em desenvolvimento interno

O cenário desse último estudo mostra uma queda na expectativa de contratações no Brasil. Em paralelo, desde o ano passado, há uma clara movimentação em prol de se desenvolver colaboradores que já estão nas companhias.

A pesquisa de escassez de talentos 2023 revelou que 82% das organizações no Brasil estão investindo no desenvolvimento dos colaboradores. Já o levantamento deste ano mostrou que, além de apostar no aprendizado dos talentos internos, as empresas estão buscando novas formas de reter essas pessoas: 33% dos empregadores planejam oferecer mais flexibilidade sobre quando os colaboradores trabalham, 32% sobre onde eles trabalham e 30% pretendem aumentar seus salários.

“Buscamos sempre reforçar a importância de as organizações investirem em capacitação constante como forma de combater a escassez, e o que temos observado é que muitas delas passaram a enxergar o potencial desse investimento para resolver o gargalo. É muito importante que as empresas compreendam o seu papel no aprendizado contínuo dos profissionais”, comenta Nilson Pereira, Country Manager do ManpowerGroup Brasil.
A próxima pesquisa será divulgada em junho e reportará as expectativas de contratação para o terceiro trimestre de 2024.

Fonte: Tiinside

Veja também:

PL 2338/2023 – Inteligência Artificial | CTIA: Análise Novas Emendas

Comunicados do Presidente e Diretorias, Serviços
Foram apresentadas 6 novas emendas ao substitutivo do PL 2338/2023, no âmbito da Comissão Temporária Interna sobre Inteligência Artificial no Brasil.
Continue lendo

PLP 122/2022 – Preposto de MPEs para participação em audiências nos juizados especiais cíveis | CCJC: Apresentado Parecer + Pronto para Pauta

Comunicados do Presidente e Diretorias, Serviços
O deputado Ricardo Ayres (REP/TO) apresentou parecer favorável ao PLP 122/2022, na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.
Continue lendo
Back To Top